Retrolistese

image19

  QUAL É O TRATAMENTO?


O tratamento irá depender do grau da fratura. Normalmente, o seu início se da com fisioterapia, para fortalecer o músculo e estabilizar a região que ocorreu o escorregamento das vértebras, e com uso de anti-inflamatórios. Em certos casos, é até mesmo necessário algumas injeções espinhais.


Em um grau mais elevado da ruptura, será necessário um tratamento cirúrgico, indicado diretamente pelo médico. Ela consiste diretamente na artrodese do segmento doente.


Em certos casos é até mesmo necessário um tratamento quiroprático. Os ajustes podem acontecer na articulação adjacente ou na região sacro-ilíaca.

Dor lombar

Muito comum

Casos por ano: mais de 2 milhões (Brasil)


A dor lombar é causada por uma lesão em um músculo (tensão) ou ligamento (entorse). As causas comuns incluem levantamento impróprio, má postura, falta de exercícios físicos regulares, fratura, disco rompido ou artrite.


Geralmente, o único sintoma é a dor na lombar.


A maioria das dores lombares desaparece sozinha dentro de duas a quatro semanas. Fisioterapia e Quiropraxia podem ajudar. Alguns casos podem precisar de cirurgia.

Hérnia de disco

image20

 A coluna conta com discos intervertebrais, eles servem como amortecedores de impacto que evitam o contato direto e doloroso entre as vértebras. E a hérnia nada mais é do que o resultado do deslocamento de um desses discos.


Quando um deles sai do eixo, comprime nervos da região, provocando dores, perda de sensibilidade ou sensação de formigamento. Geralmente, o transtorno dá as caras na parte inferior das costas, nesse caso, o incômodo irradia para pernas e pés. Outro foco de hérnias é o pescoço. Se ele é atingido, toda a região cervical sofre.


Os sintomas podem começar subitamente e durar pouco tempo ou se manifestarem em longas crises que parecem não acabar nunca. Se não tratada, a hérnia chega a lesionar os nervos atingidos. Resultado: mais reclamações e uma grande dificuldade para contornar o quadro.


Essa chateação está relacionada principalmente ao avançar da idade, com o tempo, os discos vão sendo sobrecarregados até não aguentarem mais, mas esforços físicos intensos demais e traumas nas costas também colocam a coluna em risco.

Dor ciática

image21

Ciática significa dor originada na porção posterior da raiz da coxa, uni ou bilateral que ultrapassa o joelho, percorrendo o trajeto ao longo de toda a extensão do nervo ciático. Pode também apresentar sintomas de fraqueza, dormência ou formigamento da perna.

Dor no pescoço

image22

A dor no pescoço pode não ser causada por doenças subjacentes. Algumas causas comuns são esforços prolongados (olhar para cima ou para baixo), dormir em uma posição desconfortável.

Desvios de postura

image23

Principais tipos de desvios posturais. Hipercifose: é o aumento pronunciado e anormal da concavidade da curva torácica da coluna vertebral, o que torna os extensores de tronco alongados, causa a redução da mobilidade da coluna torácica e retrai a cadeia anterior, diminuindo a expansibilidade torácica.